TUDO SOBRE O BOLSA FAMÍLIA 2021

Quando falamos de programas sociais, o Bolsa Família surge logo em nossa mente. Afinal de contas, são mais de 16 anos em atividade no Brasil. Entretanto, muitas pessoas ainda possuem dúvidas variadas a respeito do benefício.

Por isso, criamos este artigo. Aqui, você vai aprender simplesmente tudo sobre o Bolsa Família 2019: os valores, quem tem direito ao benefício e como se cadastrar. Está em dúvida se a sua família está apta a participar e como proceder? Continue com a gente até o final e tire todas as suas dúvidas!

O que é o Bolsa Família?

O Programa Bolsa Família é um benefício social voltado às famílias carentes. Assim, o público-alvo do programa são as famílias pobres ou extremamente pobres. O foco é voltado principalmente às famílias com crianças e/ou gestantes em sua composição. Atualmente, 13,9 milhões de famílias são beneficiadas em todo o país.

O benefício funciona através do sistema de transferência direta de renda. Mas o que isso significa? Em outras palavras, quer dizer que são depositados valores em dinheiro diretamente na conta das famílias.

O principal objetivo do programa é reduzir a vulnerabilidade e desigualdade sociais. Dessa forma, as principais metas do Bolsa Família 2019 são:

  • Combater a fome;
  • Promover a segurança alimentar e o direito à alimentação;
  • Reduzir a pobreza e todas as formas de privação das famílias carentes;
  • Facilitar o acesso à educação, saúde e assistência social.

O Bolsa Família é um programa do Governo Federal, mas o cadastro e acompanhamento das famílias é feito pelos Municípios através do CRAS ou da Prefeitura. Toda a administração financeira do benefício é realizada pela Caixa Econômica Federal, banco público onde os beneficiários realizam saques, consultas e emissão de cartões.

Quem pode participar do Bolsa Família 2019?

Possuem direito a participar do Programa Bolsa Família as famílias pobres ou extremamente pobres. No âmbito do programa, são consideradas pobres as famílias que possuem renda mensal de até R$ 178,00 por pessoa. Já as extremamente pobres são aquelas com renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa.

Todas as famílias extremamente pobres podem receber o benefício, sem exceção. No caso das famílias pobres, elas devem preencher um dos seguintes requisitos:

  • Ter em sua composição crianças e/ou adolescentes de até 15 anos de idade;
  • Ter em sua composição jovens com 16 ou 17 anos de idade;
  • Ter em sua composição gestantes;
  • Ter em sua composição mães em período de amamentação com bebês de até seis meses de vida;

Vale ressaltar que, no caso das mulheres grávidas, é necessário que a gravidez tenha sido verificada até o nono mês. Da mesma forma, as mães que amamentam devem incluir os bebês no Cadastro Único até o sexto mês de vida.

Quais os valores dos benefícios em 2019?

Os valores dos benefícios do Bolsa Família 2019 dependem de diversos fatores, tais como a renda da família e sua composição. Confira abaixo.

  • Básico: Voltado apenas às famílias extremamente pobres. Valor de R$ 89,00 por mês;
  • Variável Criança e Adolescente: Possui o valor de R$ 41,00 mensais para cada criança/adolescente de até 15 anos de idade. Cada família pode acumular no máximo 5;
  • Variável Gestante: Possui um valor de R$ 41,00 mensais por até 9 meses para cada gestante. Cada família pode acumular no máximo 5;
  • Variável Nutriz: Possui um valor de R$ 41,00 mensais por até 6 meses para cada mãe que estiver amamentando bebês de até 6 meses. Cada família pode acumular no máximo 5;
  • Variável Jovem: Possui um valor de R$ 48,00 mensais para cada jovem com 16 ou 17 anos de idade. Cada família pode acumular no máximo 2;
  • Benefício para Superação da Extrema Pobreza (BSP): É voltado para famílias em situação de extrema pobreza e não possui um valor fixo.

O valor máximo que o benefício pode atingir é de R$ 372,00 mensais. As famílias em situação de extrema pobreza podem acumular o benefício básico aos variáveis, bem como ao BSP.

13º Salário: novidade do Bolsa Família 2019

A principal novidade do Bolsa Família 2019 é que as famílias passarão a receber o 13º salário. A medida foi anunciada em abril pelo Governo Federal, e passa a valer já para este ano. O que muda na prática é que o cidadão passa a receber uma parcela extra em dezembro, juntamente com o pagamento mensal.

Por outro lado, Não haverá reajuste para o Bolsa Família 2019. A medida foi anunciada pelo Governo Federal, que informou que, devido ao pagamento do 13º, não será possível fornecer o tradicional aumento anual.

Como receber e sacar os valores?

Toda a parte financeira do programa é feita através da Caixa Econômica Federal. Assim, os valores são depositados em uma conta específica criada para o benefício. Ela será acessada através do Cartão Bolsa Família, que é enviado pelos Correios para as famílias aprovadas na seleção. Também é possível optar por receber os valores pela Conta da Caixa, Poupança Caixa Fácil ou Cartão do Cidadão.

Com relação aos saques, eles podem ser feitos nos seguintes locais:

  • Caixa Eletrônico;
  • Lotéricas Caixa;
  • Agentes conveniados Caixa AQUI;
  • Agências Bancárias.

Como participar?

Para participar do Programa Bolsa Família o primeiro passo é o responsável pela família se dirigir até o CRAS ou à Prefeitura da sua Cidade. Neste momento, será realizada a inscrição dos membros no Cadastro Único e no Bolsa Família.

Para isso, é necessário levar uma série de documentos. No caso do responsável – pessoa que irá sacar o benefício e atualizar o cadastro – é obrigatório o CPF ou o Título de Eleitor. Para os demais integrantes é preciso de um documento original com foto.

Além disso, deve ser informado o rendimento total da família através de comprovantes de renda daqueles que trabalham. O Governo solicita que também seja levado um comprovante de residência, preferencialmente uma conta de água ou luz.

Vale salientar que apenas a realização do Cadastro não dá direito a receber o Bolsa Família 2019. Primeiramente, a família deve ser aprovada no processo de seleção, que vai conferir se ela tem realmente direito a participar. Este processo é realizado todo mês, e as famílias aprovadas recebem uma correspondência informando que estão participando do programa. Se você não recebeu e quer conferir se a sua família foi aprovada, é possível consultar pela internet neste site.

Regras para seguir no programa

Além de se enquadrar nos requisitos para ingressar no programa, o Bolsa Família exige que seja cumprida uma série de regras para não perder o benefício. As principais são:

  • Manter as informações do Cadastro Único em dia, sendo obrigatório atualizar a cada 2 anos ou toda vez que alguma mudança ocorrer;
  • As gestantes devem cumprir o pré-natal na rede pública de saúde;
  • Manter a carteira de vacinação em dia para as crianças de até 7 anos de idade;
  • As mulheres que possuem idade entre 14 e 44 anos devem fazer acompanhamento de saúde na rede pública;
  • Crianças e adolescentes com idade entre 6 e 15 anos de idade devem ter frequência escolar mínima de 85%;
  • Jovens com 16 ou 17 anos de idade devem ter frequência escolar mínima de 75%.

Saiba mais: Quais situações bloqueiam o bolsa família?

Calendário do Bolsa Família 2019

O benefício é depositado mensalmente seguindo um calendário de pagamentos. Dessa forma, cada cidadão recebe de acordo com o último número do seu NIS. Confira abaixo o Calendário do Bolsa Família 2019.

Final
NIS
JanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDez
118/0115/0218/0316/0420/0514/0618/0719/0817/0918/1018/1110/12
221/0118/0219/0317/0421/0517/0619/0720/0818/0921/1019/1111/12
322/0119/0220/0318/0402/0518/0622/0721/0819/0922/1020/1112/12
423/0120/0221/0322/0423/0519/0623/0722/0820/0923/1021/1113/12
524/0121/0222/0323/0424/0521/0624/0723/0823/0924/1022/1116/12
625/0122/0225/0324/0427/0524/0625/0726/0824/0925/1025/1117/12
728/0125/0226/0325/0428/0525/0626/0727/0825/0928/1026/1118/12
829/0126/0227/0326/0429/0526/0629/0728/0826/0929/1027/1119/12
930/0127/0228/0329/0430/0527/0630/0729/0827/0930/1028/1120/12
031/0128/0229/0330/0431/0528/0631/0730/0830/0931/1029/1123/12

Ficar de olho nas datas é essencial especialmente para não perder o prazo para saque dos valores, que é de até 90 dias após o depósito.


O Bolsa Família 2019 faz a diferença na vida de milhões de brasileiros, ajudando as famílias mais necessitadas a terem uma vida melhor.

Ficou alguma dúvida? Não deixe de conferir nossos outros artigos para conhecer mais sobre o benefício!

Compartilhar é se importar!

Rolar para o topo