O Bolsa Família já é um dos programas com maior impacto social no país, beneficiando milhões de pessoas todos os meses. Entretanto, é necessário prestar e manter atualizadas as informações de cadastro para não ter problemas nos pagamentos.

Uma dúvida que surge em muitas pessoas é se é possível transferir o bolsa família ao mudar de cidade, estado ou titular de família. Isto é muito importante para não correr riscos de ter o bolsa família cancelado.

familia cafe transferir o bolsa familia

Neste artigo, vamos explicar de maneira simples quando é possível transferir o bolsa família. Continue lendo para saber mais.

O que é o bolsa família

Criado em 2003, o bolsa família é um programa de transferência de renda direta. Em outras palavras, é um sistema que transfere dinheiro para famílias que necessitam de auxílio financeiro.

Participam do bolsa família as famílias consideradas pobres ou extremamente pobres, dentro dos requisitos estabelecidos pelo Governo. O foco do benefício são as famílias mais pobres, com gestantes ou crianças e adolescentes.

Saiba mais: Quem tem direito ao bolsa família.

Como transferir o Bolsa Família

Antes de mais nada, esclarecemos que não é possível transferir o bolsa família para outra pessoa, apenas em caso de mudança do Responsável Familiar. Entretanto, em nenhuma hipótese é possível transferir o benefício para outra família.

O benefício é concedido exclusivamente para aquela família, levando em consideração as suas necessidades. Além disso, existe um processo de seleção para verificar se os beneficiários estão aptos a ingressar no programa.

Quando falamos em transferir o bolsa família, nos referimos a mudanças de cidade ou de Estado. Neste caso, o bolsa família pode ser transferido. A medida é fundamental para manter o Cadastro Único atualizado e evitar ter o benefício cancelado.

Saiba Mais: Motivos para ter o bolsa família cancelado.

Transferir o Bolsa Família de Cidade ou Estado

É muito comum que famílias migrem entre cidades ou estados buscando melhores condições de vida e emprego, especialmente as famílias carentes beneficiárias de programas sociais.

Dessa forma, quem muda de endereço para outro município deve fazer a atualização do Cadastro Único. A boa notícia é que isto não é nada complicado. A transferência é simples e não exige novo processo de seleção da família.

Como o Bolsa Família é um programa a nível nacional, todas as Prefeituras estão aptas para atualizar os cadastros. Dessa forma, as atualizações podem ser realizadas tranquilamente no novo endereço.

maos com moedas transferir o bolsa familia

Para transferir o Bolsa Família, o Responsável Familiar deve comparecer até o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do novo município. Você pode encontrar o CRAS mais próximo da nova residência no site oficial clicando aqui.

Para fazer a atualização, são necessários os seguintes documentos:

  • RG e CPF do titular;
  • Comprovante da nova residência (conta de água ou de luz);
  • Comprovante de matrícula das crianças e adolescentes na nova escola;
  • Carteira de vacinação das crianças de até 7 anos;

Além destes dados, se recomenda ter sempre em mãos o número do NIS. Isto facilita muito para que as consultas sejam realizadas mais rapidamente.

Vale lembrar que este é o momento de atualizar todos os dados. Assim, é necessário levar o novo comprovante de renda caso tenha ocorrido mudança de emprego. Qualquer mudança na composição familiar, como a saída ou inclusão de algum membro, também deve ser comunicada ao CRAS.

Por que é necessário transferir o Bolsa Família?

Transferir o Bolsa Família quando há mudança de endereço é fundamental para não ter o benefício cancelado. Como o monitoramento e acompanhamento das famílias é feito pelos municípios, o Governo exige que esta alteração cadastral seja realizada.

criança feliz transferir o bolsa familia

Esta mudança é fundamental para garantir o bom funcionamento do programa. Só assim as famílias podem ser observadas de perto, na garantia de que o benefício seja concedido corretamente.

A atualização do endereço no CRAS também serve para que as correspondências oficiais cheguem ao lugar certo, como informações sobre o programa ou segunda via de cartões.

Assim como o CRAS tem a obrigação de fazer a gestão das famílias, o responsável também tem que manter os dados atualizados. Ao transferir o Bolsa Família, é realizada a migração de todos os dados e informações do benefício. Isto é muito importante para futuros atendimentos na nova cidade.

O que acontece com quem não transferir o Bolsa Família?

Para receber o bolsa família, é necessário que a família cumpra diversos requisitos, tanto na seleção quanto durante todo o período em que estiver recebendo os valores. Uma das regras para não perder o benefício é manter o Cadastro Único atualizado.

Por isso, quem não transferir o bolsa família em caso de mudança de Estado ou Município pode ter o benefício cancelado.

Num primeiro momento, a família consegue sacar normalmente os valores ao mudar de cidade. Entretanto, caso não seja comunicada a mudança de endereço os valores podem ser bloqueados. Assim, a recomendação é procurar os órgãos competentes logo que a mudança for feita, a fim de evitar transtornos.

Como sacar valores após transferir o Bolsa Família

Não há alteração da forma de saque dos valores com a mudança de cidade. Ou seja, quem transferir o Bolsa Família pode continuar sacando o benefício normalmente. Como a Caixa é um banco nacional, ela está presente em quase todas as cidades brasileiras. Assim, o dinheiro pode ser retirado nos seguintes pontos:

mapa transferir o bolsa família
  • Agências bancárias da Caixa Econômica Federal;
  • Lotéricas da Caixa;
  • Agentes conveniados ao banco.

Com efeito, a família pode sacar o benefício em todo o Brasil. Por isso, ao chegar em uma nova cidade a família conseguirá retirar o dinheiro normalmente. Mas atenção: isto não significa que não é necessário transferir o Bolsa Família. A atualização cadastral ainda deve ser feita.

Porém, se você estiver apenas temporariamente em outra cidade, a trabalho por exemplo, pode sacar o benefício sem fazer a transferência.

Transferência do Responsável Familiar do Bolsa Família

Caso haja alguma mudança na composição familiar, o Responsável Familiar pelo benefício poderá ser trocado. Mas, para que isto seja realizado, é necessário que o Responsável atual compareça até o CRAS do município, bem como o novo responsável.

Para transferir o bolsa família, tanto o novo quanto o antigo responsável devem levar os seguintes documentos originais e com foto:

  • RG, Carteira de Trabalho ou CNH;
  • Comprovante de Residência atualizado;
  • Comprovante de Renda do novo titular.

Atualizar o titular da nova composição familiar é fundamental para evitar problemas e não ter o bolsa família cancelado.


Auditorias recentes do Governo Federal tem feito verdadeiros pentes-finos em todos os benefícios. Dessa forma, é crucial manter o Cadastro Único atualizado para evitar perder o acesso. Transferir o Bolsa família para a nova cidade de Residência é obrigatório, e deve ser feito o mais rápido possível para evitar problemas.

O Bolsa Família tem ajudado milhões de pessoas em todo o Brasil. Justamente por ser um programa grande, é necessário um maior controle por parte da Prefeitura Municipal. É isto que faz o cadastro ser tão importante.

Se você ficou com alguma dúvida, deixe ela aqui nos comentários. Você também pode ter mais informações no CRAS da sua cidade ou no telefone 0800 726 0207.

Ficar de olho aqui no nosso blog é a melhor forma de seguir atualizado no Bolsa Família. Postamos todas as novidades e mudanças assim que elas acontecem, para você não perder nada e tirar todas as suas dúvidas a respeito do benefício!

Compartilhar é se importar!

Participe da discussão

7 comentários

  1. Ola bom dia tenho uma amiga que esta para .mudar de cidade e estado ela tem 4 filho no bolsa familia. Ela esta pra ir apenas com as duas crianças e vai deixar .ela quer saber como ela vai fazer para atualizar o bolsa familia quando ela estiver em outro estado .pq as crianças vao esta estudando dois em estados diferentes .ela qyer pegar a trasferençia daqui pra levar pra outra cidade .mais nao sabe. Como ela vai fazer pra poder esta atualisando .sendo que 2 vao esta estudando em um estado e os outros dois em outro estado .o que fazer nestas horas

  2. Prefeitura bairro itapoa depois de juntar o meu benefício com o da minha mãe estou passando fome pois a ignorância do atendimento foi a causa do descaso e eu preciso deste dinheiro e num entanto só sai o de minha mãe e o meu a dois meses não saiu o meu nis mudou e se juntaram com o de minha mãe por que tem dois nis? O benefício dela sai mas o meu não meu nome é Sílvia Araújo santos e o de minha mãe é ednalva Sílvia de Araújo e o meu novo nis é 16623854445 e o dela é outro,estranho isso…. tô passando fome e nem emprego consigo pois terminei os estudos para passar nesse cidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *