Como funciona o calendário do Bolsa Família?

Uma das informações mais importantes para quem recebe o benefício são as datas do calendário do Bolsa Família. Isso porque, através dele o cidadão pode se programar para sacar os valores e não perder o prazo.

marcação calendário do bolsa família

Isso mesmo, existe um prazo mínimo para retirar os valores, e quem não cumpre pode ter o benefício bloqueado ou até ser excluído do programa. Para saber mais, leia o nosso artigo sobre o cancelamento do Bolsa Família aqui.

Hoje nós vamos explicar como funciona o calendário do Bolsa Família e como consultá-lo. Também incluímos o calendário de 2019 para você saber todas as datas deste ano. Continue lendo para saber mais.

Como funcionam os pagamentos

De modo geral, o Governo paga os valores aos beneficiários na segunda quinzena de cada mês. Ou seja, geralmente a partir do dia 20 as pessoas passam a ter o dinheiro liberado gradativamente.

São basicamente quatro formas de receber o benefício:

  • Cartão do Bolsa Família;
  • Cartão do Cidadão;
  • Conta corrente na Caixa;
  • Poupança Caixa Fácil.

O banco conveniado que faz a operação da parte financeira do programa é a Caixa Econômica Federal. Por isso, as famílias podem sacar o seu dinheiro nos seguintes locais:

  • Agências do banco na boca do caixa;
  • Caixas eletrônicos de autoatendimento da CEF;
  • Casas Lotéricas da CEF;
  • Correspondentes Caixa Aqui.

Vale ressaltar que a data de pagamento independe da forma que o cidadão escolheu receber os valores. Assim, não importa em qual conta você recebe, as datas serão as mesmas de acordo com o calendário do Bolsa Família.

O que é o Calendário do Bolsa Família?

Tanto para dar mais organização quanto para aguardar a entrada dos recursos públicos, o Governo Federal realiza os pagamentos do Bolsa Família através de um calendário mensal. Nele, estão contidas as datas em que cada família pode sacar o seu benefício.

O Calendário do Bolsa Família é organizado de acordo com o número final do NIS do Responsável Familiar. Este número está disponível no seu cartão do bolsa família. Por exemplo, se o seu NIS é 1234567890, o número final é o “0”. Assim, você deve olhar o calendário do bolsa família no número “0” e ver a data de depósito para cada mês.

As datas são organizadas de forma sequencial a partir do final 1. Isso significa que as primeiras pessoas a receber são as que o NIS termina em 1. Em seguida, é depositado para o final 2, e assim por diante. O NIS com final 0 fica por último. Geralmente, o calendário do bolsa família é liberado na última semana de dezembro do ano anterior.

O Calendário do Bolsa Família é muito importante para que as famílias possam se organizar para sacar o benefício e fazer suas compras. Dessa maneira, o beneficiário sabe o dia que sai o pagamento e não corre o risco de gastar com transporte até o banco e não conseguir sacar.

Calendário do Bolsa Família 2020

Vamos agora conferir o calendário de pagamentos do Programa Bolsa Família para o ano de 2020.

Estas são as datas em que o Governo fará os pagamentos do Programa Bolsa Família neste ano. Para saber se o seu dinheiro já entrou, você pode consultar o saldo sem sair de casa. Veja como fazer isso aqui.

Prazo para saque do benefício

carteira calendário do bolsa família

Outro motivo muito importante para ficar de olho no calendário do Bolsa Família é não perder o prazo de saque do benefício. Ocorre que as famílias tem um prazo para retirar os valores, caso contrário os futuros pagamentos podem ser suspensos e os valores bloqueados.

Assim, as famílias tem até 90 dias para sacar o benefício após ele ser pago. Por exemplo, quem receber o pagamento em 28/08 tem até no máximo 28/11 para sacar. Até lá, o valor do Bolsa Família acumula na conta.

O que fazer se o pagamento do Bolsa Família não for realizado?

Se você é beneficiário do Programa Bolsa Família e o valor do benefício não entrou na data certa, o primeiro passo é conferir a situação do benefício. Caso você esteja em uma agência bancária, pergunte ao atendente se ocorreu algum problema nos prazos de pagamentos do Governo Federal.

Para quem possui o aplicativo do Bolsa Família, a consulta pode ser feita pelo celular. Basta acessar com seu número do NIS para consultar o saldo e a situação do seu benefício.

Caso o seu benefício esteja bloqueado, suspenso ou cancelado, o Responsável Familiar deve se dirigir imediatamente ao CRAS ou à Prefeitura do Município. Dessa forma, você saberá o que houve com seu Bolsa Família e como fazer para corrigir os problemas.

Em alguns casos, basta apenas uma atualização cadastral para que seus valores sejam liberados. Pode ser que você precise apresentar razões por não ter sacado seu benefício. Neste caso, o melhor é ir o quanto antes à Prefeitura, pois quem ficar 6 meses sem movimentar o benefício pode ser desligado do programa.

Quem pode participar do Bolsa Família?

O Programa Bolsa Família é destinado às famílias carentes em situação de vulnerabilidade social. O foco principal são as famílias extremamente pobres ou as pobres que possuem gestantes, crianças, adolescentes ou jovens em sua composição. Em resumo, as seguintes famílias podem participar do programa:

  • Famílias extremamente pobres: Aquelas com renda de até R$ 89,00 mensais por pessoa;
  • Famílias pobres: Aquelas com renda acima de R$ 89,00 e até R$ 178,00 por pessoa e que possuem gestante na sua composição;
  • Famílias pobres que possuam crianças e adolescentes até 17 anos;
  • Famílias pobres com mães em fase de amamentação, até os 6 meses do filho.

Além disso, é necessário fazer o cadastro no programa e preencher outros requisitos necessários. Atualmente, o programa beneficia quase 14 milhões de famílias em todo o território nacional.

Saiba mais: Quem tem direito ao Bolsa Família.

Valores pagos pelo Bolsa Família

calculando calendário do bolsa família

Os valores variam de acordo com a composição familiar, renda mensal por pessoa e quantidade de membros da família. Dessa forma, o valor é calculado de acordo com cada um dos tipos a seguir:

  • Valor Benefício Básico: É destinado às famílias extremamente pobres. O valor é de R$ 89,00 por mês;
  • Valor Benefício Variável para Gestante, Nutriz, Criança ou Adolescente: Este benefício tem o valor de R$ 41,00 mensais, e cada família pode acumular até 5 deles, podendo chegar a R$ 177,00 por mês;
  • Valor Benefício Variável Jovem: Este tipo de Bolsa Família tem o valor de R$ 48,00 mensais, e cada família pode acumular 2 benefícios, podendo chegar a R$ 96,00 por mês.
  • Valor Benefício para Superação da Extrema Pobreza (BSP): Este é o único tipo de benefício que não tem valor fixo. Ele é destinado a famílias extremamente pobres que se encontram em situações de vulnerabilidade social acentuada. Neste caso, o valor será calculado com base nas necessidades peculiares daquela família.

Conhecer o calendário do Bolsa Família é fundamental para sacar seu benefício dentro do prazo. A dica é salvar este artigo nos seus favoritos para verificar as datas de pagamento sempre que você tiver alguma dúvida.

Além do nosso blog, o site da oficial da Caixa também traz informações importantes para os beneficiários.

Não deixe de compartilhar este artigo nas suas redes sociais para que a informação chegue a quem precisa. Ficou alguma dúvida? Gostou do artigo? Deixe seu comentário e lhe responderemos assim que possível. Fique de olho no nosso site para saber todas as novidades sobre o Bolsa Família!

Compartilhar é se importar!

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo